Picolé de Abacate

Dois mil e dezoito foi um bom ano (tirando as desastrosas eleições no Brasil). Obviamente a mudança para o mato foi a grande protagonista, trazendo consigo uma enormidade de conseqüências na minha vida, algumas das quais eu ainda estou aprendendo a lidar, como contei na última postagem. O isolamento de se viver nas montanhas deve ser o principal desafio, mas também o maior benefício, para uma anti social como eu.

IMG_0966.jpg

Escolher viver numa casinha na roça com o meu companheiro, foi uma forma também de assumir nosso casamento, estreando uma nova etapa nas nossas vidas. Apesar de estarmos juntos há mais de 12 anos, essa convivência intensa trouxe uma intimidade maior, que tem seus altos e baixos, como em toda relação. Dissolveu vestígios de romantismo, mas deu uma concretude maior na expressão do amor. Amor, aquele que não é meramente um fenômeno, mas um relacionamento construído, entre dois indivíduos que transbordam o bem querer.

Enfim, a vida continua cheia de percalços, se eu achava que fugir para o meio do paraíso faria da minha vida um mar de rosas, me enganei. Gente é gente em qualquer lugar do planeta. E gente sempre traz problema na mala.


Antes de vir para cá, eu nutria a vontade de abrir uma sorveteria. A idéia ficou meio inviabilizada aqui nas montanhas. Mas os testes continuam, quem sabe um dia, esse sonho também não se torna realidade.

A receita abaixo é de picolé de abacate. Fica delicioso, leve, e com a pitada de baunilha, o sorvete fica sensacional. Receita produzida para o Portal Dedo de Moça.


picolé-de-abacate
picole-abacate
picolé de abacate

Picolé de Abacate

de 10 a 12 picolés pequenos

  • 300g de abacate bem maduro (aproximadamente metade de um abacate médio)

  • 1 e 1/4 de xícara de leite condensado

  • 3/4 de xícara de água

  • 01 colher de chá de extrato de baunilha

Modo de Preparo

Bata bem todos os ingredientes num liquidificador, até ficar um creme lisinho. Despeje nas forminhas e coloque o palito. Leve ao freezer para congelar, por pelo menos 5 horas. Na hora de desenformar, eu mergulho a fôrma em água morna por uns 20-30 segundos para que saiam mais fácil.

picole-abacate
picole-abacate
picole-abacate