Bolo Mármore de Baunilha e Chocolate

O frio chegou finalmente aqui nas montanhas. Foi na terça-feira que choveu o dia todo, trazendo o inverno para a Serra. A gente acende o fogão à lenha pela tarde, junto com a lareira, para se encerrar no final do dia dentro da casinha. Mesmo com o frio, eu confesso que gosto de sair de vez em quando, para dar uma espiada nas estrelas à noite, sob o vapor condensado da respiração, e de sentir o ar gelado entrando nos pulmões. Gosto também de entrar dentro de casa e sentir o contraste quente do interior da casa, de correr para as cobertas e, então, despausar o seriado.

bolo-mesclado

Quando eu penso nas escolhas que me trouxeram até essa vidinha bucólica, nos acasos, na sorte e nas oportunidades, eu sinto que a vida é um presente, e a gente tem que fazer dela o melhor que a gente pode. É uma obrigação buscar a felicidade hoje, entender o que o coração quer te mostrar e ser honesto com sua própria alma. Todo mundo tem direito de ser feliz.

E quando o Gabriel, voltou da caminhada do mato, com um ramo de flores silvestres brancas, feito sinos, viradas para baixo, eu me senti na obrigação de devolver o agrado na mesma altura. Faz dias que ele vinha me pedindo pelo bolo "marmorado" que minha sogra costumava fazer quando ele era criança, bolo mesclado de baunilha e chocolate. Além de não ter a receita dela - e de ela não estar viva para me passar nenhuma - chegar perto de memória de paladar da infância do marido é algo que você nem precisa começar para saber que já falhou.

Não me intimidei. Eu nunca tinha feito um bolo marmorado na minha vida, mas de repente, senti que não deveria buscar receita nenhuma. Quis pensar em como D. Stella teria me ensinado a receita, se ela estivesse viva, virando as folhas amarelas de seu caderninho desfolhado, com seus dedos finos de bruxa velha. Me inspirei no seu Budín Inglês amanteigado, substituindo parte da manteiga pelo leite, para deixá-lo mais fofinho. Uns ajustes na quantidade de ovos, cacau e baunilha. E o bolo ficou espetacular.

Não é mentira que repeti duas vezes a receita durante a semana. Para acompanhar o inverno da Serra, e uma xícara de café quente nas mãos, não teve coisa melhor. Se você ainda tem dúvida de que a felicidade está nas pequenas coisas, é porque ainda não experimentou esse bolo. Ou talvez não tenha um marido que saiba que você ama flores. Nada pode ser tão gostoso quanto agradar quem você ama.


Ando viciada nos seriados de Star Trek. Lembro de quando criança, que meu pai era fã e não perdia um episódio na TV. Eu não entendia bem na época, mas ficava do lado dele no sofá, assistindo e ouvindo ele me contar sobre viagens no espaço e histórias de ficção científica. Hoje, ao ver os capítulos, ainda que bastante pitorescos e de atuações duvidosas, existe algo nas histórias que me traz um sentimento bom e nostálgico, como o bolo de mármore das memórias do Gabriel.


E o blog ganhou nova roupagem, mais uma vez. Eu gosto de mudar o layout, revisar os arquivos, encontrar um tanto de fotos e descobrir uma cara que faça mais sentido para o momento. É quase um corte de cabelo novo, que você olha no espelho e acha que agora está a sua cara. 


bolo-mesclado
bolo-mesclado
bolo-mesclado
bolo-mesclado
bolo-mesclado
bolo-mesclado
bolo-mesclado
bolo-mesclado
bolo-mesclado
bolo-mesclado
bolo-mesclado
bolo-mesclado
IMG_0474.jpg
bolo-mesclado
bolo-mesclado
bolo-mesclado
bolo-mesclado
bolo-mesclado

Bolo Mesclado de Baunilha e Chocolate

  • 150 gramas de manteiga com sal amolecida (em ponto de pomada)

  • 01 xícara de açúcar cristal (não totalmente cheia)

  • 03 ovos

  • 02 xícaras de farinha

  • 01 colher e meia de chá de fermento químico

  • 01 xícara de leite + 01 colher de sopa

  • 02 colheres de sopa de extrato de baunilha

  • 03 colheres de sopa de cacau em pó

Modo de Preparo

Bata bem a manteiga com o açúcar na batedeira até se formar um creme esbranquiçado (por pelo menos uns 5 minutos). Junte os ovos, um a um, batendo bem após adicioná-los (20 segundos). Desligue a batedeira e junte aos poucos a xícara de leite e a farinha com o fermento. alternando-os, e misturando delicadamente, apenas até estarem bem incorporados.

Divida a massa em 2 metades. Em uma adicione o extrato de baunilha e misture. Na outra, adicione o cacau em pó e a colher de leite, e misture até ficar homogêneo. Unte uma fôrma retangular (dessas de pão de fôrma) com manteiga e farinha. Despeje alternadamente a massa na fôrma para que fique mesclado. Leve para assar em forno pré-aquecido a 180C graus e asse por 50 minutos, ou até que fique bem dourado. Apague o fogo e deixe esfriar dentro do forno. Desenforme frio.

bolo-mesclado
bolo-mesclado
bolo-mesclado